15 fevereiro, 2017

Conferência com o frei Timothy Radcliffe

No passado sábado, dia 28 de fevereiro assiti a uma conferência do frei Timothy Radcliffe. Foi um verdadeiro privilégio e só me apercebi disso quando a mesma terminou.
A verdade é que até há muito pouco tempo desconhecia este pregador dominicano.

Com o aproximar da data da conferência fui tentado obter mais informações sobre ele.
Este frei foi um dos chefes da Ordem Dominicana, inglês e muito requisitado em todo o mundo. Segundo o frei José Nunes, antigo provincial de Portugal, há muito que ele tinha sido convidado, mas a agenda não o permitia. Contudo quis Deus que ele viesse a Portugal nesta altura, em que encerramos as comemorações dos 800 anos da Ordem.

Bom...a conferência.....O tema da mesma no sábado era:"How can the conscience of the Laity be heard?" (Como escutar a voz dos leigos na Igreja?). Foi um tema que me tocou bastante pois como leiga que sou é preciso saber o meu papel na e dentro da Igreja. O frei começou por falar sobre a existência da coisciencia, como devemos de a "formar", e depois então explicou, brilhantemente, as suas ideias. Não me quero alongar muito mais pois em breve quero partilhar o texto convosco.

Nesta conferência estiveram presentes muitas irmãs, freis e leigos.
Gostei muito da pessoa que transparecia ser o frei Timothy.

No domingo, a conferência falava sobre a santidade do corpo. Mas infelizmente não me foi possível comparecer. Deveres maternais vêm sempre em primeiro lugar.

Penso que no mundo de hoje, faz-nos falta aprofundar os nossos conhecimentos e, neste aspeto, muito temos a aprender com os dominicanos que estudam bastante ao longo da sua vida. Às perguntas complexas e dificeis, segundo o frei Timothy, devemos dar respostas simples. Mas nunca devemos ter medo dessas perguntas.


Creio que os cristãos, de uma forma geral, deveriam aprofundar mais os conheciemntos da Sagrada Escritura...para melhor compreender o mundo...e o quotidiano. Mas façamos caminho juntos!


Com ternura

Ângela