13 novembro, 2013

Parabéns a todas as Irmãs Dominicanas de Stª Catarina de Sena

O VTS deseja um excelente aniversário para todas as Irmãs da Congregação das Irmãs Dominicanas de Stª Catarina de Sena! 145 anos a servir fazendo o bem sempre!
Que Madre Teresa de Saldanha continue a iluminar todas as congregações, dando continuidade a todo o seu trabalho e à voz de Deus!

Voluntariado Teresa de Saldanha

12 novembro, 2013

Mais uma reunião do grupo de Lisboa

No passado dia 4 de novembro, pelas 20 horas, o grupo de Voluntariado de Teresa de Saldanha de Lisboa, reuniu-se mais uma vez em Benfica, na casa das Irmãs Dominicana de Santa Catarina de Sena.

Nesta reunião foi apresentado um power-point sobre Catarina de Sena, no qual foram abordados os aspetos mais relevantes da sua vida. Assim, todo o grupo conheceu melhor esta grande mulher Dominicana.
Posteriormente, foram debatidos alguns detalhes para o encontro da Família Dominicana que irá decorrer no próximo fim-de-semana (9 e 10 de novembro) em Fátima. Este encontro contará com a participação de inúmeros voluntários de Teresa de Saldanha, quer do grupo de Lisboa quer do grupo de Aveiro. Estes irão dar testemunho do trabalho desenvolvido pelos dois grupos quer em Portugal quer em missões no estrangeiro.

Finalizámos a nossa reunião com a oração de vésperas e com o habitual convívio entre todos os membros


Ângela e André Silva
(e Maria, futura VTS)



11 novembro, 2013

Encontro Nacional VTS em Fátima

Estivaram presentes no encontro nacional do VTS em Fátima, membros do grupo VTS de Lisboa e do grupo VTS de Aveiro, no fim de semana de 25 a 27 de Outubro de 2013.

Desenvolveram-se temas, partilhas, momentos de oração de tudo um pouco. No domingo na oração da manhã foi também realizado o compromisso ou a renovação do compromisso do VTS.
Algumas fotos para recordar de todos esses momentos!











VTS - grupo de Lisboa

Crónicas de Timor 3

Mais uma sequela das Crónicas de Ana Margarida para recordar que a nossa VTS está sempre presente em todos nós!!!

Obrigada Ana e Marta pelo vosso trabalho em Timor!
O texto que Ana escrveu ao longo da "reportagem" fotográfica está à parte da montagem das imagens, por isso apresentamos na íntegra o texto abaixo:

"Olá a tod@s!
Eis aqui a 3ª cronica da minha missão em Timor. Consegui finalmente encontrar tempo físico e mental para organizar as fotografias para vos enviar.
Nestes meses de missão em terras de Same, começámos por conhecer a população, fazendo um levantamento casa a casa das pessoas, sobretudo doentes e crianças. Visitámos cerca de 60 famílias, mas muitas mais existem que não conseguimos visitar, uma vez que tivemos que preparar o início das actividades com as crianças, adolescentes e jovens.
De referir que, as visitas tinham uma barreira temporal grande, pois só podíamos fazer as visitas à tarde, a partir das 16:30h até no máximo às 18h, pois antes as pessoas estavam nas hortas ou a descansar. Assim, o máximo de visitas por dia era de 4 às vezes 5 casas. Sendo que, quando chovia esta era uma tarefa impossível, pois as casas tem telhados de zinco e com a chuva é impossível manter uma conversa, pois não nos ouvimos.
Assim, quando se aproximou a Páscoa, pedimos ajuda ao catequista e visitamos apenas os doentes, que queriam receber a sagrada comunhão. Na Páscoa comungaram perto de 70 pessoas, que há muito tempo não podiam ir à Igreja e por isso não tinham qualquer apoio espiritual. Actualmente, por serem muitos doentes e não conseguirmos que todos comunguem ao domingo, pedimos ajuda aos seminaristas e eles distribuem a comunhão a uma parte dos doentes e nós a outra. É uma grande alegria para estas pessoas poderem receber Jesus em suas casas, algumas julgavam nunca mais poder comungar.
Ainda dentro destas visitas, descobrimos pessoas doentes que não iam ao hospital e simplesmente a família esperava que elas morressem, por isso, também fizemos de ambulância e acompanhamos alguns casos até ao hospital. Infelizmente, por aqui não é fácil as pessoas irem ao hospital, ainda se baseiam muito na medicina tradicional e depois situações inicialmente pouco graves transformam-se em casos gravíssimos que podem levar até à morte. E como não há autópsias, nunca se chega a saber do que a pessoa morreu.
Entretanto, procurámos também chegar aos jovens e adolescentes que demonstraram vontade em organizar um grupo, sobretudo porque aqui há poucos apoios a nível espiritual a esta faixa etária. E os que existem concentram-se na paróquia que fica a 5 km de Hola-Rua, como os acólitos, escuteiros e cruzada eucarística e por isso os jovens não vão. Por outro lado, aqui não há catequese organizada, faz-se uma preparação intensiva para a 1ª comunhão por volta dos 12 anos e depois por volta dos 17 para o Crisma. Assim, a grande necessidade que os jovens e adolescente apresentaram foi sobretudo a nível de formação cristã, o que para nós é a catequese, pois a deles baseia-se no decorar de fórmulas. Agora alguns destes jovens acompanham-nos à missa e depois ajudam com os cânticos nas celebrações da distribuição da comunhão aos doentes.
E começámos finalmente o ATL com as crianças do 1º ao 5º ano, provisoriamente na sede do suco, enquanto as salas que albergarão o ATL não estiveram concluídas. Como temos “falta de pessoal” só podemos estar com cada ano uma vez por semana, ainda que o ideal fosse todos os dias, para melhor desenvolverem a língua portuguesa. Procuramos que para além do português também tenham outras actividades, como a música, a modelagem, picotagem, visionamento de filmes, jogos didácticos e simplesmente brincar.
Espero que gostem das imagens que vão ver, resumem um pouco o que por aqui se tem passado. A crónica está dividida em 5 partes.
Beijos e abraços,
Ana Margarida Lucas

24 Janeiro – Viagem rumo a Same, para a mudança (quase) definitiva.
31 Janeiro – Fomos até ao mercado de Same e parámos no talho…
E abastecemos o carro… Para voltarmos a Remexio, para a abertura do Noviciado e entrada no Postulantado da Marta, dia 2 de Fevereiro.
E depois da celebração houve festa… e eis o resultado do nosso trabalho do dia anterior: Queques de cenoura, salame de chocolate e pudim de claras…
3 Fevereiro – A nova foto oficial das VTS em Timor
Continua…

 Dia 5 Fevereiro - Fomos até Maubara onde existe um projecto de auto-sustentação local, ligado ao artesanato.
Dia 6 Fevereiro, regressámos definitivamente a Same, mas pelo caminho parámos em Maubisse, na Pousada que é do tempo dos portugueses e tem uma linda vista…
E com o nosso regresso a Same, o Ezequiel também regressou às aulas.
22 Fevereiro – Houve oração de Taizé em Same, no nosso espaço de oração.O mês de Março começou com a visita a Hatu-Udo com o Frei Javier, para ver as obras da casa.
A escola católica junto da casa dos Irmãos Dominicanos
E também passamos por Betano, onde vimos o belo peixinho à venda.Entretanto, começou a construção do salão que vai abrigar o nosso ATL provisoriamente, uma vez que ainda não há financiamento para construir o Centro Comunitário.
Continua…

 Dia 13 de Março - Fomos conhecer os doentes que se quiseram preparar para receber Jesus na Páscoa. Estes são alguns deles:
Dia 17 de Março - No âmbito dessas visitas fomos até à aldeia de Tirilolo, até à qual andamos durante 1h30h a pé para cada lado. Não há acesso de carro e as pessoas para se deslocarem à cidade tem que o fazer a pé ou nos seus animais.
19 Março – Distribuição de brinquedos às crianças nossas vizinhas.
E na semana antes da Páscoa, brincámos com as crianças.
Também fomos a Via-Sacra
22 Março - Sexta-feira, Via Sacra em Hola-Rua. Como a capela ainda não está pronta, a via-sacra foi no campo junto da capela.
E nessa manhã tínhamos ido ao mercado e vimos um fahi (porco) a ser transportado assim:
Continua…
 23 Março- Encontro de Jovens/Adolescentes na nossa casa
E também tivemos a visita da Ameta, filha do nosso vizinho do lado, que todos os dias nos visita, várias vezes ao dia e quase sempre sem roupa…
Dia 24 de Março - Fomos a Hatu-Udo à entrada solene dos Irmãos Dominicanos
E aqui está o ramo de um dos meninos presente na celebração:
Dia 25 de Março – Crianças de Hola-Rua participaram na gravação de um programa infantil, pediram a nossa ajuda para as escolher, pois deviam compreender e falar português.
E outras assistiram à gravação…
31 Março – Domingo de Páscoa, na Igreja de Same (Cristo Moris Hias Ona = Cristo Ressuscitou)
Os doentes que vieram comungar a nossa casa.
Na tarde de Domingo de Páscoa, fomos visitar outros doentes e também a família benfeitora. Esta é a bebé Saferiana, com 5 meses. Nos primeiros dias de Abril voltámos a Remexio, para estarmos com a comunidade e abastecermo-nos materialmente e, sobretudo, afectivamente.
Continua…

 6 de Abril – Fomos à praia e visitámos o Cristo Rei em Díli.
A Marta em meditação…
Até chegar ao Cristo-Rei subimos muitos degraus (mais de 600, acho eu). Ao longo do caminho estão as estações da via-sacra, que terminam na 15ª Estação: A Ressurreição.
O grupo que foi até à praia…
11 Abril – Abertura do contentor
E no dia 12, um camião foi buscar as nossas muitas caixas…
E à noite tivemos uma noite portuguesa, a descamisar o milho, para a nossa despedida de Remexio.
E voltámos a Same, retomando as nossas brincadeiras com as crianças.
24 de Abril – Iniciámos as actividades do ATL (3º/4ºano), provisoriamente no espaço da sede de suco.
26 Abril – Iniciou o ATL o 5º ano.
E a Ameta foi-nos visitar… (trás a boneca, como as mães aqui trazem os filhos.)
29 Abril – Para terminar, o início do ATL do 1º e 2º ano.


FIM!
Até à próxima…
Hola-Rua, 17 de Maio de 2013"

28 julho, 2013

MISSÃO EM TIMOR - 8º BOA NOVA DE ANA CARINA

A nossa Ana já regressou faz alguns meses, mas ainda ficaram por editar mais 3 boas novas "reportagens de Timor"...embora as notícias correram por todos os seus amigos e familiares, aqui fica sempre registado os melhores momentos reportados por Ana para que possam visualizar sempre que quiserem...

Obrigada Ana pelo teu dom, amizade e amor!


Ainda faltam mais 2 boas novas...aguardem...

03 junho, 2013

Os contributos da Pedagogia de Teresa de Saldanha

Na passada quarta-feira, dia 22 de Maio, teve lugar no Centro Universitário de Fé e Cultura (CUFC), em Aveiro, a apresentação do livro: "Teresa de Saldanha a obra sócio-educativa""; da autoria da Professora Doutora Helena Ribeiro de Castro, e a apresentação do mesmo foi proferida pelo professor Doutor António de Matos Ferreira. Presidiu à mesa o Sr. Bispo, D. António Marcelino.
Teresa de Saldanha foi uma mulher humilde, que viveu em Portugal durante grande parte do século XIX início do século XX, fundou a Congregação das Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, numa altura em que tal não era permitido no nosso país. Teresa destacou-se pela sua grandiosa obra social e educativa que desenvolveu junto dos mais pobres. Este livro reflete os a sua pedagogia., bem como a sua actualidade nos dias de hoje. Portugal encontra-se a ultrapassar uma grande crise económica, política e de distanciamento da Igreja. Tal como aconteceu no início do século XX, mas ela soube transformar os problemas em oportunidades. Neste momento, está a decorrer o Processo de Beatificação de Teresa de Saldanha.
Este livro é fruto da Tese de Doutoramento da autora, que foi desenvolvido na Universidade Clássica de Lisboa. A publicação também se deve em muito à Cáritas Portuguesa, que acreditou no projeto e que o agarrou sem hesitar, quando soube da sua existência. A Caritas, enquanto editora fez-se representar pelo Sr. Engenheiro Raposo.
Por fim, é de salientar que a autora e as irmãs Dominicanas, na pessoa, da sua Madre Geral, Ir. Rita Nicolau, optaram também por apresentar o livro em Aveiro devido ao facto de a cidade Aveirense ter nas suas raízes uma grande ligação à ordem dos pregadores, pois Santa Joana Princesa, Padroeira de Aveiro afirmou-se como Dominicana, como sublinhou o Bispo D. António Francisco, que saudou a iniciativa e se congratulou-se pelo evento e pela continuação da presença dominicana na cidade. Terminou-se a noite com uma sessão de autógrafos e chá, ficando os presentes com vontade de conhecer esta obra.
Ana Teixeira
VTS - Grupo de Aveiro

02 junho, 2013

S. Domingos de Gusmão


No passado dia 6 de maio, mais uma vez, o Voluntariado de Teresa de Saldanha de Lisboa reuniu-se pelas 20 horas em S. Domingos de Benfica.
Após um delicioso jantar preparado pela irmã Alzira dê-mos início ao trabalho.
Tal como tinha sido proposto para este encontro, cada um partilhou com o grupo o que tinha trabalhado sobre S. Domingos de Gusmão.
Para finalizar esta temática a irmã Alzira apresentou um Power-Point do resumo da vida deste santo e fundador da Ordem Dominicana.
Deste resumo saliento algumas ideias fundamentais a reter sobre S. Domingos.

                     S. Domingos de Gusmão nasceu no ano de 1170 em Calleruega- Espanha;
                     Seus pais: a mãe Beata Joana de Asa; o pai Félix e seus irmãos Manés e António;
                     A mãe de S. Domingos teve um sonho. Sonhou que estava grávida e daria à luz um cão com um facho na boca que incendiava todo o mundo;
                     No século XIII, S. Domingos fundou a ordem dominicana no sul de França (Toulouse);
                     Fundou uma ordem de Pregadores para os homens e mulheres do seu tempo;
                     S. Domingos de Gusmão foi canonizado em 1234;
                     A Ordem Dominicana “divide-se” em cinco: as monjas, os frades, as irmãs de vida apostólica, os leigos consagrados e os jovens comprometidos (aqui entra o Voluntariado de Teresa de Saldanha);
                     Os pilares da Ordem Dominicana são: a ORAÇÃO, a vida em COMUNIDADE, a PREGAÇÃO e o ESTUDO. Todos eles têm no seu interior a MISERICÓRDIA;
                     S. Domingos de Gusmão tinha 9 formas, conhecidas, para orar a Deus.

“Que será dos pecadores” - S. Domingos de Gusmão

“Senhor, que nada nos custe pela salvação do mundo”- S. Domingos de Gusmão

Ângela Ferreira

VTS – grupo de Lisboa 

28 abril, 2013

Crónicas de Timor 2 - parte 5


Continuação das Crónicas de Timor...

Ana Margarida Lucas continua nos presenteando com seu testemunho da sua missão em conjunto com Ana Carina e Marta Machado!
Sempre unidas em oração!



e continuará as publicações das Crónicas de Timor....

Fazer o bem sempre!
VTS - grupo de Lisboa

27 abril, 2013

2ª Crónica de Timor - parte 4

Continuação das Crónicas de Timor...

Ana Margarida Lucas continua nos presenteando com seu testemunho da sua missão em conjunto com Ana Carina e Marta Machado!
Sempre unidas em oração!


Fazer o bem sempre!
VTS - grupo de Lisboa

20 abril, 2013

2ª Crónica de Timor - parte 3

Olá mais uma vez, amigos e voluntários!
A terceira parte das Crónicas de Timor de Ana Margarida...


Fazer o bem sempre!
VTS - Grupo de Lisboa

2ª Crónica de Timor - parte 2


Olá amigos!
Aqui vai mais uma parte das Crónicas de Timor de Ana Margarida...


Fazer o bem sempre!
VTS - Grupo de Lisboa

09 abril, 2013

Apresentação do trabalho de Timor na Igreja Sacavém


Foi no fim de semana passado, que os voluntários estiveram juntos e presentes nas Eucaristias da Igreja de Sacavém, de forma a apresentar e documentar todo o trabalho que se tem feito em Timor. Neste fim de semana também se juntou a nós o André Machado que regressou da sua pequena grande missão em Angola. Bem vindo André!


No sábado, participamos às 18h nas vésperas, de seguida a Eucaristia, e no final foi lido um texto que Ana Carina nos enviou e apresentado um vídeo com uma amostra de imagens do trabalho das nossas voluntárias em Timor. Após a eucaristia, fomos todos jantar numa pizzaria. No domingo, participou-se na Eucaristia da manhã, fazendo também a leitura do texto e apresentação do vídeo, seguindo-se o almoço que foi gentilmente e com muito carinho oferecido por uma das nossas voluntárias, Ângela!







Obrigada a todos os voluntários pela sua contribuição nesta missão!


Texto feito e enviado pela Ana Carina Carneiro!

«Olá a todos!
Acabei de contar pelos dedos e descobri que já cá estou há 8 meses e 22 dias!
Pois é, não faço a contagem todos os dias. Na verdade aqui nem dá para pensar muito nisso, já que vivemos um dia de cada vez. Todos os dias são especiais e únicos. Há sempre algo que nos toca, um sorriso, um olhar, uma palavra…
E é tão bom viver assim…Sem correr, sem a ânsia citadina e irracional de querer estar sempre noutro lugar diferente do qual nos encontramos…
Aqui o silêncio é povoado pelo riso e pelas canções das crianças, que ouço logo pelo amanhecer. A isto se soma o tocar dos sinos todos os dias pelas 6 da manhã, anunciando as trindades, que aqui fazem com que todos parem as suas actividades ao soar do sino para rezar.
A parte da manhã é passada em diversas actividades como a preparação de aulas, procura de materiais e informação para as mesmas (isto quando a internet deixa, claro!) e outras tarefas do dia-a dia e acreditem, o tempo precisa de ser esticado ao máximo, porque realmente por mais rápido que tentemos trabalhar, ele voa!
Um pouco antes das 14 horas, começam a chegar as primeiras crianças ao nosso Centro. Vêm cheios de vontade de correr, pular, brincar e cantar. Têm uma energia e alegria infinitas!
Às catorze e trinta começamos as nossas actividades. Assim passo duas horas diárias com as crianças, entre conversações, músicas e interpretação de textos em português. Às 16 e trinta, depois de muita brincadeira, lá nos sentamos para lanchar todos juntos, mas não sem antes rezarmos a agradecer o nosso alimento de cada dia.
Todas as quartas feiras, depois do lanche, parto em direcção ao salão paroquial onde me encontro com as crianças da Cruzada Eucarística. Passamos juntos cerca de uma hora e meia, durante a qual lhes dou catequese, fazemos jogos rezamos e cantamos. São um grupo muito grande e de várias idades (entre os 6 e os 15), por isso às vezes é dificil mantê-los a todos concentrados, mas com paciência, tolerância, optimismo e muita brincadeira tudo se consegue!
E a prova disso é que este ano também aqui em Timor Leste se representou o Auto do Descimento da Cruz. Claro que tivémos de adaptar a representação à nossa realidade, mas o texto estava lá todo, apenas tivémos de o traduzir para tétum, pois para a grande maioria do público essa é língua com que estão familiarizados e não o português. Mas estamos todos, portugueses e timorenses, a trabalhar no sentido de melhorar o ensino do português por estas terras, já que também é a língua oficial do país, juntamente com a língua Tétum.
Deixo-vos com um agradecimento sincero a todos os que me têm ajudado e apoiado no que tem sido esta doce missão de “Fazer o bem sempre e onde seja possível” com Teresa de Saldanha.
Muitos beijinhos,
Ana Carina Carneiro»

Reunião de trabalho em Lisboa



No passado dia 1 de abril de 2013, segunda-feira, pelas 20 horas, reuniu-se como habitualmente o grupo de Lisboa do Voluntariado Teresa de Saldanha.

Iniciámos o nosso encontro com um jantar preparado por alguns dos elementos do grupo.
Finalizada a refeição rezámos vésperas. Na nossa oração tivemos presentes os outros voluntários que estão em missão tanto em Timor como em Angola.

Posteriormente deu-se início à preparação de algumas atividades que irão decorrer em breve.
Delineámos o esquema de participação em duas eucaristias que se irão celebrar em Sacavém, paróquia de uma das voluntárias que se encontra em missão em Timor, a Ana Carneiro.

De seguida, escolhemos o tema a ser trabalhado pelo grupo durante este mês e que será apresentado no próximo encontro do V.T.S. O tema escolhido foi S. Domingos de Gusmão, nomeadamente tentar conhecer melhor quem foi, o que fez e como foi a sua vida.

Por fim, delineámos alguns assuntos a serem tratados no encontro nacional do Voluntariado Teresa de Saldanha, nomeadamente o tema deste encontro, que se realizará em meados de junho em Fátima.

“O amor vence todas as dificuldades” -  Teresa de Saldanha

André Silva
VTS - Grupo de Lisboa

04 abril, 2013

2ª Crónica de Timor - parte 1

Olá amigos!Aqui vai mais uma das Crónicas de Timor de Ana Margarida...


Fazer o bem sempre!

Bjs
VTS - Grupo de Lisboa

31 março, 2013

Missão em Timor - 7º boa nova de Ana

Ana continua na sua missão por terras de Timor!

Mais um testemunho de Ana!

Fazendo o bem sempre!

Beijinhos
VTS - grupo de Lisboa



20 março, 2013

Encontro Jovens da Família Dominicana

Nos dias 1, 2 e 3 de março realizou-se, em Fátima, o encontro de jovens da família dominicana. O encontro teve como tema: “ Fala-me de Jesus”.
Neste encontro estiveram presentes algumas irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, uma irmã Dominicana do Rosário, o frei José Nunes e jovens oriundos de algumas paróquias do país.
O encontro iniciou-se na sexta-feira com um jantar partilhado seguido de algumas dinâmicas para conhecimento e apresentação do grupo.
No sábado, após o pequeno-almoço o frei José Nunes falou sobre Jesus como um servidor na terra bem como o nosso papel, dentro da Igreja, também como servidores e ainda os vários tipos de serviços existentes na mesma.
Após o almoço, fomos convidados a dar testemunho enquanto Voluntários de Teresa de Saldanha, enquadrando este voluntariado como uma das opções de caminho para os jovens presentes. Neste nosso testemunho partilhámos o nosso percurso e crescimento cristão tendo ainda apresentado a estes jovens a nossa madre fundadora bem como algumas das suas características mais marcantes.
Esteve também presente uma jovem missionária que partilhou com todos as suas experiências no decurso das várias missões em que participou.
Foi uma experiência muito enriquecedora na qual esperamos poder ter contribuído com o nosso testemunho para que alguns destes jovens possam a querer vir saber mais sobre Teresa de Saldanha e sobre o nosso voluntariado.

Ângela Silva e André Silva

05 março, 2013

VTS de Lisboa reunidos


No passado dia 4 de Fevereiro reuniu-se o Grupo VTS de Lisboa na sua sede, na casa das Irmãs Dominicanas em Benfica.
Começamos a reunião por volta das 20 horas com o jantar que foi apreciado por todos os presentes.
Tivemos a presença de Filipe Catarino que se junta ao nosso grupo do VTS.
Foi-nos distribuído pela Ir. Alzira a Mensagem de Sua Santidade Bento XVI para a Quaresma de2013, com o tema de reflexão e estudo durante a Quaresma.
Como não tínhamos um tema para esta reunião, começamos a delinear os trabalhos para o retiro do VTS/Lisboa que terá lugar em finais de Março. O tema do retiro será “Ano da Fé” e terá como reflexão a Carta Apostólica de Bento XVI “Porta Fidei”.
Falamos sobre a nova apresentação do blogue do VTS e como o melhorar, deixando aqui um obrigado ao André Machado pelo novo “visual” do blogue.
Finalmente, distribuímos as tarefas para próxima reunião de Março que terá como tema a “Preparação da Celebração do Retiro” e concluímos com a oração das Vésperas.


M Olimpia de Castro
VTS/de Lisboa

16 fevereiro, 2013

Convívio com o Lar Teresa de Saldanha


No dia 9 de janeiro de 2013, alguns voluntários de Teresa de Saldanha estiveram presentes no convívio dos voluntários do lar Teresa de Saldanha pois também eles fazem ou já fizeram voluntariado junto das crianças deste lar.
Foi um convívio muito bonito onde houve um grupo que tocou e cantou músicas populares. Todos dançaram e cantaram.
De seguida, houve um jantar de convívio entre todos os presentes.
Neste convívio estiveram presentes todos os voluntários que pertencem a este lar, bem como os colaboradores e as irmãs que se encontravam na casa de Benfica. Foi um momento de convívio, confraternização e partilha de experiências.


A frase que caracterizou este convívio foi: " Fazer o bem sempre e onde for possível" - Teresa de Saldanha

André Silva
VTS - grupo de Lisboa

Encontro de Janeiro de 2013


No dia 7 de janeiro de 2013, pelas 20 horas,  reunimo-nos mais uma vez na casa de Benfica a fim de alguns de nós fazerem o seu compromisso como voluntários de Teresa de Saldanha enquanto outros renovaram o seu compromisso. Para além disso, contámos com  a presença de um jovem, André Machado, que irá partir em missão para Angola e Moçambique durante 5 meses. Este voluntário pertence ao grupo Mensagem de Fátima e, neste dia fez o seu compromisso e o seu envio missionário. A acompanhá-lo estiveram também alguns jovens deste movimento, os quais também ajudaram a animar a vigília que se seguiu.

Nesta noite o nosso encontro foi muito especial pois comemorámos também os 97 anos passados sobre o falecimento da Madre Fundadora Teresa de Saldanha.

Foi uma vigília muito especial, muito profunda, onde a presença de Cristo e de Teresa de Saldanha estiveram sempre presentes.

Depois da vigília houve ainda um jantar partilhado onde todos os presentes conviveram.

Deixo aqui duas citações da nossa querida Madre Fundadora, as quais caracterizam bem a nossa vigília.

"Feliz mil vezes feliz sou eu e por tudo dou graças a Nosso Senhor"

" Nada se pode comparar com a alegria de ser toda de Deus" 

Ângela Silva
VTS - grupo de Lisboa

1ª Crónica de Timor

Olá amigos VTS!
Sei que vai tarde devido a actualizações do blog, mas chega aqui a primeira crónica de Timor relatada por Ana Margarida Lucas.
Contamos com as próximas, e esperemos que sejam publicadas com menos tempo de atraso!!

Aqui vai mais um vídeo!



Beijos

VTS - Grupo de Lisboa

29 janeiro, 2013

Entrevista - Frei Filipe à Agência Eclésia


O nosso irmão dominicano em entrevista sobre a vida consagrada, à agência Eclesia. Fantástico!

16 janeiro, 2013

Missão de André Machado - Angola e Moçambique


Falta pouco para a minha partida até terras Angolanas. Parte da minha preparação para esta missão, baseou-se ao meu aprofundamento sobre mim mesmo, ao conhecimento de Jesus e ao enriquecimento sobre a cultura dos dois países por onde irei passar - Angola e Moçambique.
 
Comigo levo no coração toda a família, o grupo do Voluntariado Teresa de Saldanha, Jovens do Movimento da Mensagem de Fátima, Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Sena, Grupo de Jovens de São Pedro de Castelões, Instituto Politécnico de Viseu e todos os amigos, colegas e conhecidos que estão comigo nesta caminhada.

Esta experiência é uma chamada vinda do céu e, sobretudo, uma forma de perceber e conhecer o meu interior. 
 
Desde que me conheço e tenho consciência sobre o que faço, uma parte de mim é voluntária para ajuda ao próximo. Não é necessário estarmos ligados a uma instituição para o sermos, basta partilharmos o melhor de nós, o nosso coração com aqueles que estão em nossa volta, vizinhos, amigos, família, etc.. Ser voluntário, para mim, é pudermos viver uma realidade que nos dê, também, o dobro daquilo que damos – amor, alegria, realização pessoal e valores íntegros que hoje em dia, infelizmente, são escassos.

Voluntariar é também saber estar e aprender a estar em comunidade e sociedade. Para mim, é (quase) impossível descrever o porquê de ser voluntário mas, de uma coisa estou certo, o meu coração toma boas escolhas e isso, a Santíssima Trindade toma conta de me orientar num caminho.

Tomar esta iniciativa é um ato de coragem, não por aquilo que envolve (também, é certo), mas por saber que a coragem em chegar ao outro com um gesto, sorriso ou palavra pode mudar muita coisa – eu posso não mudar o mundo, mas daquilo que eu mudar é parte do mundo.

Há muito que se poderia abordar sobre o porquê desta escolha mas, tenho a certeza, que o maior voluntário de toda a história olhará por mim e guiar-me-á para o melhor caminho – Jesus Cristo.

08 janeiro, 2013

Missão em Timor - 6º boa nova de Ana


Última boa nova de Ana Carina antes da tão esperada chegada das voluntárias Ana Margarida e Marta Machado. Apartir daqui, serão as Crónicas de Timor das 3 voluntárias!

Sempre unidas em Oração, fazendo o bem sempre!

07 janeiro, 2013

Vigília de Envio e Compromisso


Vigília de Envio do Voluntário André Machado e Compromisso do VTS (grupo de Lisboa), foi esta noite dia 7 de Janeiro de 2013, na Casa Mãe em Benfica.
"Fazer o bem sempre"










05 janeiro, 2013

Missão em Timor

Já se encontram os albuns do lado esquerdo do blog, relativos às missas e Vigílias de Envio das nossas Voluntárias que estão em Timor.
Sempre unidas, em Oração!